Dra. Tathiana Trócoli

Tônus Muscular

Posted on: 28/05/2009

Esse foi à pedidos… Espero que ajude na prova!!


 

Tônus Muscular


O tônus muscular é a tensão de repouso e reatividade ao alongamento passivo. É o grau de contração mínima permanente do músculo. Em repouso, o tônus muscular é mantido pelos impulsos provenientes da medula espinhal. Estes impulsos são controlados por estímulos que partem do encéfalo e por impulsos que partem dos fusos musculares localizados dentro do próprio músculo. Estes fusos musculares transmitem impulsos à medula espinhal através das raízes posteriores, onde excitam os neurônios motores anteriores, que então fornecem os estímulos nervosos necessários para manter o tônus. O bloqueio das raízes posteriores reduz o tônus muscular, tornando o músculo flácido.


O tônus muscular é o resultado da interação de uma série de fatores, como: os padrões de ativação dos músculos (programa motor) que é mutável devido à plasticidade; controle neural (sistema alfa e gama); padrões cinemáticos (variação de velocidade e tempo de movimento); propriedades viscoelásticas do músculo; plasticidade adaptativa e neural; placing (capacidade de realizar movimentos harmonicamente). As propriedades viscoelásticas intrínsecas, os comandos motores descendentes e os proprioceptores musculares atuam em conjunto para regular o tônus muscular, que por sua vez varia de indivíduo para indivíduo.

Uma quantidade normal de tônus muscular assegura que o músculo esteja pronto para resistir a qualquer mudança em seu comprimento, auxiliando com isso a manutenção da postura, mas também que ele esteja pronto a contrair-se ou relaxar-se rapidamente quando os sinais de controle apropriados atingem os motoneurônios para produzir um movimento coordenado. O tônus pode ser influenciado por doenças ou lesões em vários níveis do sistema nervoso, que podem causar hipertonicidade ou hipotonicidade.

Hipertonicidade:
Espasticidade é definida como uma disfunção motora caracterizada por um aumento, dependente da velocidade, nos reflexos de estiramento com espasmos exagerados no tendão e é um componente da síndrome do neurônio motor superior. A espasticidade também altera as propriedades físicas do músculo e de outros tecidos.
Rigidez é caracterizada por uma resistência elevada ao movimento passivo do membro, mas é independente da velocidade do alongamento. Pode ser resultado da hiperatividade dos sistemas fusimotores. Normalmente está relacionada a lesões em gânglios basais.


Hipotonicidade:
Hipotonia é a redução da rigidez de um músculo ao alongamento. Normalmente é seqüela de lesões espinocerebelares.

Fatores que influenciam o tônus: aquisição de nova tarefa, medo de cair, dor ou expectativa da dor, comando verbal muito longo ou confuso, necessidade de fazer algo rápido, estado emocional, novos contatos pessoais, tensão adversa do sistema nervoso, nutrição e padrões reflexos.

Fontes:

UMPHRED, DA. Reabilitação Neurológica. São Paulo: Manole, 1994

FURTADO, C. Mecanismos Fisiopatológicos da Hipertonia Espástica: Aspectos Neurais e Musculares.

http://www.sogab.com.br/fisiologiamusculoestriadoesqueletico.pdf

About these ads

1 Response to "Tônus Muscular"

Obrigado Dr.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 37 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: